sábado, 1 de outubro de 2011

Sapatos: a saga.

Bom dia, caro leitor internauta!

Hoje vim falar de uma necessidade que tira meu sono: comprar sapato. Provavelmente é um problema pra maioria dos 'matriaxianos', em especial, pras mulheres que possuem alguma deficiência física e que dependem a anatomia confortável de um calçado. Acredito que as mulheres cadeirantes não sofram tanto com isso, pois o sapato serve mais de acessório decorativo do que um utilitário. Que beleza! Por muitos anos, só usei botas ortopédicas por conta das órteses que me possibilitaram andar até a adolescência. Depois dos 16 (que fiz as últimas 4 cirurgias), pude caminhar normalmente e com sapato comum. Não faz muito tempo, eu consegui usar uma sapatilha, além do tradicional tênis e das botas (sem salto). A grande questão é conseguir achar uma sapatilha que não "vire" o pé, que seja do meu tamanho (33/34) e que não tenha a cara da Hello Kitty.

Das vezes que encontrei esse calçado, foi da linha Dakota Confort, com elástico. Custou R$39,90, no ano passado. A sola é fantástica, não escorrega e firma bem o pé. O problema é encontrá-la. Raramente as lojas por aqui recebem esse modelo e, quando recebem, é em pouca quantidade (ou nunca tem no meu número). Nas andanças por um calçado com elástico e com design para adulto, me deparei noutro dia com a loja do Empório Naka, no piso 3 do Shopping Iguatemi, em Florianópolis. É uma marca própria e, segundo a moça que me atendeu na loja, toda coleção traz um modelo anatômico, com elástico, tipo "confort". Que boa notícia!! Foi lá que comprei a sapatilha da foto e prometi pras meninas de lá que postaria aqui. Custou R$ 129,90. Fazendo uma pesquisa na internet, constatei que essa marca realmente sempre disponibiliza sapatinhos desse tipo. Que bom seria se mais empresas pensassem nos pés que não pode usar qualquer calçado. Konforto também pode ser com Ká! #ficaadica

Emporio Naka
http://www.emporionaka.com.br 

Superbeijo.

Um comentário:

Deixe suas Koisas aqui também... obrigada pela visita!