terça-feira, 1 de fevereiro de 2011

"Há anos peço o príncipe...

... e só me mandam o cavalo." (Tati Bernardi)

Noutro dia, no chat do Facebook falando sobre o descontentamento com relacionamentos amorosos, Erica me diz:
- Ai, Karla... onde estão os nossos príncipes?
Respondi:
- Os príncipes eu não sei, mas cavalo solto por aí tem de monte.

Aqui no sul tem um ditado, nada profundo, que diz:  'Ah, vai roubar cavalo, vai!', é a frase que substitui o manjado 'Vai catar coquinho'. Dizemos isso porque, para quem mora na cidade, ter um cavalo não serve para nada. Aliás, só atrapalha sua vida, a não ser que você pratique hipismo ou equoterapia. A (triste) verdade é que, antes de encontrar o príncipe, você vai galopar na companhia de alguns cavalos. Talvez dê para montar um haras... risos. Vamos pensar juntos: há cavalos para todos os gostos. Há os brancos, beges, marrons, pretos e até malhados. Há os que dão patadas, relincham e dão pinote por qualquer koisa. Há os que você tem que alisar e escovar para conseguir algo. Há também os que dão muito trabalho para você montar e, quando finalmente você consegue, eles empinam e te derrubam no chão sem dó. Há os 'manga-larga', marchadores, imponentes, de classe - esse quase nasceu príncipe -, mas é raro, custa caro e dá uma canseira danada para domar. E há o pior tipo: aquele que quer dar fim à espécie e se envolve com uma vaca!

Nessa fração de segundo em que pensei tudo isso, a Erica me falou:
- O problema é a nossa profissão, amiga. É o maior índice de divórcio por categoria profissional. Você sabia?

Como assim? Espere aí, está certo que Freud disse que a culpa é sempre da mãe, mas nunca me utilizei dessa teoria em relacionamentos. Aliás, amigas, jamais queiram concorrer com a sogra. Goste dela. Tente - esforce-se -, pelo menos, se ela for muito difícil. Discordar e arrumar encrenca com a sogra é um erro fatal, na maioria das vezes. Não esqueça disso: gostar da mamãe dele é meio caminho andado - ou meio circuito percorrido. Mas, então, quer dizer que estamos fadadas aos cavalos por termos escolhido a Psicologia como ofício? E eu que pensei que fosse vantajoso namorar uma psicóloga... somos (teoricamente) tranquilas, corretas, éticas, sensatas, coerentes, pensantes, sensíveis, equilibradas, assertivas, etc., e, 'de quebra', ainda podemos dar um atestado. Há também quem pense que somos todas loucas, ruivas e que todas usamos óculos de grau. Mas tudo, tudo bem!
Então, só me restou responder:
- Não, eu não sabia, Erica. Por que ninguém me avisou isso antes, amiga? Eu teria feito Veterinária!

... e pensar que até pouco tempo atrás tudo se resolvia com um beijo no sapo, não é mesmo?

Eu e Erica temos o cabelo curto, não dá para fazer trança, mas somos princesas e temos Orkut, Twitter, Facebook, MSN, blog, e-mail e celular.

Se você for um príncipe, contate-me... cavalos não são acessíveis!

Beijos no core.

13 comentários:

  1. Ai, Karla,

    Você me fez rir, amiga. Obrigada!!!! O problema de namorar uma psicóloga é que sempre esperam isto de nós: tranquilidade, aceitação em tudo, entender tudo. analisar sonho. Opa lá: Somos mulheres e temos TPM!!! E surtamos , ás vezes.

    Os cavalos! Só os acho bonitos. Nunca nem cheguei perto de um. Eu gosto de cachorro. ;)

    Karla: será culpa do nosso cabelo curto?

    beijossssssss
    amei (este texto me ajudou a melhorar minha crise de ansiedade...hehe)

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Oiii Karla!!!!

    Adorei o texto, muito bom... haha
    Penso como você, antes de encontrar o nosso príncipe, esbarramos com "cavalos" freqüentemente... Nem precisa ser um príncipe totalmente, só que tenha sentimentos e aceite sua namorada como ela é, isso já seria o máximo!!! Mais os príncipes não querem uma mulher com defeitos e qualidades, eles estão querendo agora no momento uma boneca perfeita para mostrar para os amigos que ele está "pegando" a tal... Será que somos românticas? rsrsr Ou o mundo mudou mesmo, acho que príncipes não existem... kkkkk Bjos!!!

    ResponderExcluir
  4. Realmente Karla kkk Mas esse "entrave" não é exclusividade do mundo feminino. Nós, homens também estamos à procura de nossas princesas, mas só aparecem éguas kkkk enfim... Desse jeito vamos terminar praticando "hipismo" kkkk Belo Texto direto, realmente transmite a mensagem. Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Prima muito bom....
    Nada tenho a ver com não gostar de mim. Me aceito impura, me gosto com pecados, e há muito me perdoei."
    Martha Medeiros

    ResponderExcluir
  6. Verdade, há muitos e sobram por aí, rs. Mas sejamos otimistas sempre, e acreditemos que numa dessas aventuras-amorosas-passageiras, encontraremos em algum momento/dia, "A" pessoa. Há de acontecer mais cedo ou mais tarde. Não vou nem dizer "é ter paciência" porque nesses casos ficamos mesmo sempre procurando por respostas, é o mais comum, vem da gente.

    Beijos Karla, linda demais nas novas fotos =)

    ResponderExcluir
  7. kkkkkkkkkkkkkkkk mto bom o texto Karla!!!
    vc escreve como ninguém... aliás, devia escrever um livro.
    bom, meu conselho é: CONTINUE ACREDITANDO!! não é possível q não vá aparecer alguém além de um cavalo! rsrs
    eu sou prova disso há 15 anos. =)

    amei a foto e a frase sobre acessibilidade!!!

    tem sorteio no blog...
    bjkas flor e bom fds.

    ResponderExcluir
  8. Ká...

    minha doce Ká...
    enquanto esse príncipe não vem, enquanto ele demora, divirta-se !
    qualquer hora dessas ele aparece, dizem que é sempre assim, quando a gente menos espera, nos lugares mais inusitados, nos momentos mais improváveis...

    agora que você merece um super cara, isso merece... tem que ser especial...

    beijo enorme e carinhoso das suas 2 fãs (Bebela e eu)...

    ResponderExcluir
  9. Estou criando um blog agora e é a primeira vez que passo pelo seu. Algumas coisas me chamaram a atenção. Primeiro, o nome Koisas com Ká. Muito criativo! Adorei. Segundo, as ideias superinteressantes que vc teve ao desenrolar a história. Terceiro, que eu quero me formar em psicologia e com certeza, nao vale a pena abandonar a profissão por isso.

    Um dia, o príncipe aparece! E coincidentemente, é mais ou menos sobre isso o meu recente post.

    Beeijo

    ResponderExcluir
  10. Ká, adoreeeeeeeeeeei seu post hahahahaha chorei de rir!!! Inclua meu nome nessa lista das princesas à espera do príncipe hahaha o meu tá tão perdido que nem cavalo deve ter... deve estar vindo de jegue mesmo hahahahahaha =P

    ResponderExcluir
  11. HAHAHAHAHA "cavalos não são acessíveis" foi ótimo!

    ResponderExcluir
  12. Adorei amiga ! kkkkk foi muito gostoso ler tudo isso . parabèns .bjs no coração .

    ResponderExcluir
  13. Kaka, adorei o texto. Mas não desiste. Eu topei com alguns cavalos, mas acho que desta vez meu príncipe chegou.Não veio num cavalo branco, é polaquinho, meio carequinha, ligeira barriguinha, mas me ama e me trata como princesa. Tá bom né?

    ResponderExcluir

Deixe suas Koisas aqui também... obrigada pela visita!