sexta-feira, 2 de julho de 2010

A culpa foi do Mick Jagger, óbvio!


O sonho acabou? Não, caro leitor internauta. O sonho do Hexa foi adiado. Óbvio que também estou triste. E eu chorei sim, antes do pontapé inicial, não no apito final. Outro dia li na Revista Veja que o nosso hino é a maior obra brasileira. Eu concordei, não porque manjo de música, mas por um motivo simples: emoção. Ouvir o Hino Nacional me dá um nó na garganta, me enche de orgulho e me faz lembrar de todas as vezes em que o cantei na escola. Era sempre assim: perto do 7 de setembro, em todos os meus anos de estudante, lá estava eu no palquinho do pátio fazendo alguma homenagem à bandeira ou ao país. Acho que herdei esse patriotismo da minha mãe, que também recitava poemas na semana da pátria - com os pés bem juntinhos para que ninguém visse o furo na sua Conga (o All Star da época), muito menos o meu pai que já era seu paquera em meados da década de 70... risos.

Tenho certeza de que não é justo culpar o Felipe Melo, nem o Kaká (que parecia estar num salto plataforma o jogo inteiro - aliás, até eu, que também sou Kaká, teria jogado melhor que ele), nem o time todo, nem o mala do Dunga, nem o juiz japinha que mal abriu o olho para marcar nossas faltas, etc. pela nossa derrota. De que vai adiantar, também, imaginarmos como teria sido se o Neymar e o Ganso estivessem lá? Teríamos saído na primeira fase? Teríamos chegado à final? Que bobagem, perda de tempo pensar nisso. Jamais saberemos essas respostas. Sem dúvida o time precisa de um bom trabalho psicológico porque fica absolutamente perdido quando toma gol e, o que antes eram dribles, mais pareceram uma roda de samba ao redor da Jabulaaaaaaaaaaani. Da Holanda? Bom, da Holanda prefiro guardar a lembrança dos bulbos de tulipas que minha avó trouxe de lá para mim (estão brotando, logo postarei as fotos).

Prefiro pensar que a culpa da nossa desclassificação foi mesmo do pé-frio Mick Jagger. Aliás, caro leitor internauta, você sabe me dizer quem foi o energúmeno que o deixou entrar no estádio? Não me diga que a CBF mandou ingressos de cortesia para ele! Por que ele tem um filho bra-si-lei-ro? Não poderia ser holandês, argentino, inglês, americano, sul-coreano, ganês ou inter-galático? Aha, então será que a culpa é não é da Luciana Gimenez?... risos. Espero, do fundo do meu coração canarinho, vê-lo na TV no jogo da Argentina amanhã e que alguém nos faça o favor de presenteá-lo com uma camisa do Tévez, do Messi ou do Hyguaín (autografada, de preferência). Ah, bem que uma alma caridosa poderia ensiná-lo também a gritar 'Arriba, muchachos', hum? Vai, Mick, os hermanos precisam do seu apoio e o mundo não precisa (e não merece) ver o Maradona peladón... risos.

Filosofando um pouco mais sério, sempre achei que a vida pode ser comparada com uma partida de futebol. Muitas vezes nos concentramos, nos preparamos, vestimos a camisa em busca de um objetivo e, de repente, o placar muda, o jogo vira e você é surpreendido. A quê atribuimos essa força capaz de nos dar 'um carrinho' e adiar nosso gol? Para mim, aí entra um fator inexplicável, imprevisível. Chame você como quiser: acaso, vontade de Deus, destino, sorte (ou falta de). O fato é que num dia você perde, noutro você ganha e, até quando achamos que perdemos, na verdade, ganhamos. O importante é saber lidar com a perda... pense que na próxima partida, você também poderá ganhar. Mude seu esquema tático, dê cartão vermelho aos dispensáveis, faça as substituições necessárias, descanse, tome um fôlego e parta com tudo para a prorrogação. Assim é o esporte de viver. O lance segue, a Copa não acabou e a vida continua.

... ainda verde e amarela para mim.

Volta Felipão!

3 comentários:

  1. Haha, também quando canto o Hino Nacional atualmente, me vem à cabeça a época de escola. Sempre achei o máximo canta-lo e tenho gosto de fazer isso até hoje!

    [...] Pois para mim, a Copa acabou SIM! E o sonho também! :S (pelo menos por enquanto)

    ResponderExcluir
  2. o Jagger já me deu mais alegrias, viu.. risas...

    besos, chica.

    ResponderExcluir
  3. Amo o Hino Nacional, realmente ele é O MAIS LINDO DE TODOS!!!! Sabe que eu acho da seleção que eles não estão nem aí para a Copa. Morrem de medo de se machucarem e pararem de ganhar os milhões que ganham, mas não chorei não. O brasil nunca encantou nesta copa. Sofri com o Paraguai, quase chorei mesmo. Sofri com Gana. E agora, estou torcendo para Uruguai, um Davi matando um Golias, vamos ver?

    Ah, eu queria uma camisa do Tevez, do Messi ou do gato do Higuain.

    besos

    ResponderExcluir

Deixe suas Koisas aqui também... obrigada pela visita!