segunda-feira, 10 de maio de 2010

'Melancia', por Marian Keyes

Hoje quero comentar com você sobre o penúltimo livro que li (esse do título da postagem). Calma, caro leitor internauta, fique tranquilinho que não contarei os desfechos e o final da história.
Outro dia, li (não sei onde), que esse era um dos livros indicados pelo New York Times (não sei porquê), mas acabei comprando-o não por essa referência, mas sim pela curiosidade do nome e pela capa que não sugestionava a temática da história (a menos que fosse sobre alimentação, o que, com certeza, não era). Fiz o pedido e era só esperar chegar. Enquanto aguardava a tal encomenda, resolvi pesquisar na internet sobre a autora.
Descobri que a Marian Keyes (essa da foto) é uma autora irlandesa e é a queridinha das mulheres despojadas, modernas, independentes do mundo inteiro (como eu não sabia disso?). Ela faz sucesso pelo jeito de escrever, é muito atual e fala de coisas cotidianas do universo feminino - o que gera grande identificação com quem está lendo. Com certeza vale a pena comprar o resto da sua coleção: 'Sushi', 'Casório?!', 'Los Angeles', 'Um Best Seller Para Chamar de Meu', 'Férias' e 'É Agora ou Nunca'.
Então fiquei pensando por quê 'cargas d'água' alguém coloca apenas o nome de uma fruta num livro que não seja de nutrição ou coisa do tipo. Pois bem, comecei a lê-lo e fui me surpreendendo. Na verdade, o livro ganhou esse nome pela forma física em que a personagem principal estava quando seu marido decidiu deixá-la (por outra mulher). E estava em 'estado de melancia' porque acabara de ganhar um bebê. Depois disso, ela conta toda a trajetória da personagem abandonada de volta à casa dos pais, todo o turbilhão de emoções; a confusão, a raiva, a recuperação, a tranquilidade e o encontro de um novo alguém.
Mas espera aí... para TUDOOO! Aquela ali era a MINHA história! Claro que com a exceção de alguns detalhes, tipo o tal bebê que (por sorte e juízo) eu não tive. E eu também nunca estive como uma melancia, mas de resto.... meu Deus, como a tal Marian Keyes sabia tudo da minha vida, de tudo que senti, dos meus pensamentos, dos meus medos, das minhas angústias, da minha 'virada de página', sem ao menos me conhecer? Como ela poderia ter publicado um livro com coisas que pensei e senti sem jamais ter pronunciado? Como ela sabia tanto de mim se eu nunca tinha ouvido falar dela até então? (E ela, sem dúvida, nunca ouviu falar de mim até agora... risos). E cadê a minha parte nos direitos autorais?... risos... Putz, como é bom ler um livro assim que você se enxerga ali entre as linhas. Esse é o grande barato da leitura: viajar num mundo que se parece com o seu, mas que foi outra pessoa (que você sequer conhece) que escreveu. Inclusive, a arte dessa mulher que vive do outro lado do Oceano Atlântico me ajudou a elaborar uma pá de coisa e a ver certas coisas de ângulos que eu ainda não tinha visto. Sensacional!!!
Não, se você pensa que se trata de um romance 'chinfrim', meloso e triste de fazer chorar, está muito equivocado, caro leitor internauta: o livro não é um dramalhão mexicano. É rico em detalhes das situações, dos sentimentos, mas não é cansativo ou exagerado. Pelo contrário: é engraçadíssimo, você chora de rir, é leve, irônico, tem palavrão e é absolutamente envolvente na medida certa. Parece que você está batendo o maior papo e dando risada com sua(seu) melhor amiga(o).
Eu simplesmente 'devorei' as 489 páginas em menos de dez dias. Espero que o final dessa história também seja parte da minha, assim como o começo. Recomendo a leitura. Está curiosa(o)? Te empresto o livro, é só avisar.

5 comentários:

  1. aha, q massa.. vou querer ler sim... me empresta mesmo?.. risas..

    otros besos.

    ResponderExcluir
  2. Eu ia comprar esse livro, mas acabei optando por outro hahaha.
    Então vou rever meus conceitos e comprá-lo rsrs.
    Depois dessa indicação toda aí, preciso ler... Fiquei curiosa.

    Beijos, espero que estejas melhor

    ResponderExcluir
  3. Muuuito boa sua postagem, o livro parece ser bom mesmo ^^
    beijoooo

    ResponderExcluir
  4. Comprei o livro e realmente tbm me surpreendi... é um ótimo livro não dá vontade de parar de ler...Eu diria q é sensacional...

    Vale a pena...

    ResponderExcluir

Deixe suas Koisas aqui também... obrigada pela visita!